capa 142Do real e da ficção

Sobre como toda a obra de Margaret Atwood, e não apenas "O conto da aia" fala sobre as crises do nosso tempo. E mais: o lugar do Afrofuturismo nas narrativas assinadas por mulheres negras; cartas de Françoise Ega a Carolina de Jesus; design editorial em 2017

Clique para baixar o pdf

Atwood fala sobre aborto, Twitter e o que deu errado (leg. em espanhol)

banner site

José Castello

Everardo Norões

SFbBox by casino froutakia

 37

Quem são os poetas não lidos no Brasil? E quais aqueles que deveríamos já ter traduzido? Com essas perguntas, entramos em contato com alguns poetas e poetas-tradutores brasileiros para saber quem eles gostariam de ler e/ou traduzir em edições nacionais. Há indicações canônicas, como os vencedores do Nobel de Literatura Vicente Aleixandre e Saint-John Perse ou mesmo nosso vizinho, o poeta chileno Nicanor Parra que, aos 101 anos, nunca teve uma obra sua inteira publicada no Brasil. No entanto, de maneira geral, o que se encontra entre as escolhas desses poetas são vozes dissonantes, de lugares muitas vezes invisíveis. A ver as escolhas do poeta Ricardo Domeneck, que também faz um importante serviço de divulgação desses escritores do site Modo de Usar, e da poeta Nina Rizzi, que nos diz: “Como encontrar essa gente desconhecida de hoje e de ontem? Onde estão seus escritos? Por que não os estamos lendo, sobretudo os negros e índios? Isso sem falar nesses países que não aparecem no Jornal Nacional. Onde estão os poetas de Belize, Somália, Benin? Ou da antiga Ugarit e a as ruínas de Palmyra? Aqueles poetas selvagens que trazem o sangue do que há demais antigo nas palavras? Onde estao os poetas do leste europeu? Existe o Leste Europeu? É como se esses lugares não existissem, logo seus povos nao existem e não há uma escrita, uma voz, nada existe.".

A lista a seguir, acreditamos, é um serviço não apenas para o mercado editorial, como um norte sobre quais as escritas urgentes em tempos urgentes. Em tempo: apenas dois nomes se repetem entre as escolhas citadas: Anne Carson e Frank O'Hara.

Confira:

Adelaide Ivánova indica:

Anne Sexton (1928-1974) - Poeta norte-americana, vencedora do Pulitzer de Poesia
Frank O'Hara (1926-1966) - Poeta, crítico e dramaturgo norte-americano, que formou o grupo fundador da chamada Escola de Nova Iorque
Denise Levertov (1923-1997) - Nascida na Inglaterra, ela ficou mais conhecida nos Estados Unidos, onde sua poesia estava diretamente ligada à Geração Beat
Louise Bogan (1897-1970) - Poeta norte-americana e editora da revista The New Yorker por mais de 40 anos
May Swenson (1913-1989) - Poeta norte-americana, com frequência comparada a E. E. Cummings, Gertrude Stein e Elizabeth Bishop.
Ingeborg Bachmann (1923-1973) - Poeta austríaca
Rob Halpern - Poeta norte-americano, autor do livro Music for porn, que já vem sendo considerado um dos mais importantes desta geração
Lew Welch (1926-1971) - Poeta norte-americano também ligado à Geração Beat

Carlito Azevedo indica:

Anne Carson: Poeta canadense, vencedora de diversos prêmios, tanto enquanto poeta, como com seu trabalho de tradução
Leopoldo María Panero (1948-2014): Poeta espanhol, militante antifranquista durante a juventude, foi internado diversas vezes em clínicas psiquiátricas (e foi em duas delas, onde se internou por vontade própria, que morreu)

Paulo Henriques Britto indica:
James Merrill (1926-1995): Poeta norte-americano, vencedor do Pulitzer de Poesia
Frank O'Hara (1926-1966): Poeta, crítico e dramaturgo norte-americano, que formou o grupo fundador da chamada Escola de Nova Iorque
Paul Muldoon (1951): Poeta irlandês que também foi vencedor do Pulitzer de Poesia


Ricardo Domeneck indica:

Dambudzo Marechera (1952-1987): Poeta do Zimbabwe que é considerado como a referência literária contemporânea mais importante de seu país
Forough Farrokhzād (1935-1967): Poeta iraniana conhecida por sua estética iconoclasta
Mutsuo Takahashi (1937): Um dos mais premiados poetas japoneses de todos os tempos.
Zbigniew Herbert (1929-1998): Poeta polonês que é referência na produção poética de seu país ao lado de Czesław Miłosz e Wislawa Szymborska, esses últimos vencedores do Nobel de Literatura
Anne Carson (1950): Poeta canadense, vencedora de diversos prêmios, tanto enquanto poeta, como com seu trabalho de tradução
Dahlia Ravikovitch (1936-2005): Poeta israelense e ativista política
Yiannis Ritsos (1909-1990): Poeta grega, ativista político e membro da resistência grega durante a Segunda Guerra Mundial
Blanca Varela (1926-2009): Poeta peruana que fez parte do movimento surrealista no Peru, considerada uma das vozes mais importantes na poesia latino-americana

Fernando Monteiro indica:

Vicente Aleixandre (1898-1984): Poeta espanhol, prêmio Nobel de Literatura.
Umberto Saba (1883-1957): Poeta italiano que ficou mais conhecido nos anos 40, quando sua obra alcançou projeção nacional.
Saint-John Perse (1887-1975): Poeta e diplomata francês, Nobel de Literatura em 1960.
Luis Rosales (1910-1992): Poeta e ensaísta espanhol, Prêmio Miguel de Cervantes.

Ricardo Aleixo indica:

René Depestre (1926): Poeta haitiano que se engajou na revolução cubana (chegou a exercer importantes funções durante os primeiros anos do governo Fidel Castro) e foi também um importante tradutor
Amiri Baraka (1934-2014): Poeta norte-americano, ligado à Geração Beat e atuante na sua literatura contra o racismo e o colonialismo
Jackie Kay (1961): Uma das mais importantes poetas escocesas hoje (a poeta Virna Teixeira já traduziu alguns poemas dela e o próprio Aleixo já a publicou numa revista)
Nicanor Parra (1914): Um dos mais importantes poetas chilenos, recebeu em 2011, aos 97 anos, o Prêmio Cervantes
Cecília Vicuña (1947): Poeta chilena e ativista política.

Nina Rizzi indica:

Flor Codagnone (1982): Poeta, jornalista e editora argentina, aborda a sexualidade feminina em seus poemas
Carina Sedevich (1972): Poeta argentina, conhecida por ter uma poesia impactante que se destaca por aliar delicadeza e uma objetividade crua
Paula Giglio (1988): Poeta e filósofa, nome recente da poesia argentina
Richard Blanco (1968): Tem pais cubanos, mas vive hoje nos Estados Unidos, foi o primeiro poeta latino, abertamente gay a ser chamado para recitar numa cerimônia de inauguração presidencial (no segundo mandato de Barack Obama).
Warsan Shire (1988): Poeta queniana, ficou bastante conhecida este ano por seu autora dos poemas recitados pela cantora Beyoncé em seu mais novo álbum, Lemonade
Alejandra Pizarnik (1936-1972): Um dos nomes mais expressivos da poesia argentina contemporânea
Dorothea Tanning (1910-2012): Pintora, escultora e escritora norte-americana, com forte influência do surrealismo.
Heriberto Yépez (1974): Poeta mexicano, um das principais referências hoje na chamada "literatura do narcotráfico" que tensiona as relações fronteiriças entre México e Estados Unidos
Gloria Anzaldúa (1942-2004): Poeta norte-americana e uma das feministas mais importantes de sua geração, com uma literatura muito centrada também na ideia de culturas fronteiriças