Desde o começo da década passada que o escritor carioca Bernardo Carvalho, a cada livro, não para de trazer algum tipo de nova inquietação para os seus leitores. Recentemente, o autor vinha comentando o quanto se incomodava com os comentários de internautas, cheios de preconceitos e absurdos, nos sites de notícias e que pretendia escrever um livro em que todos os personagens fossem burros. Esse é justamente o ponto de partida do romance Reprodução, que acaba de ser lançado, em que o protagonista retoma os lugares vazios de discurso que vemos dia após dia na internet. “Racista uma ova! Sou brasileiro”, brada o protagonista em determinado momento da obra. Um trabalho para mais uma vez destacar o lugar sui generis de Bernardo na ficção contemporânea do Brasil.

 

 

SFbBox by casino froutakia