Divulgação

No romance A última volta do ponteiro(Edição do Autor), o jornalista, cineasta, professor e produtor cultural Adriano Portela (foto) cria uma trama dinâmica e cheia de reviravoltas, passada no Recife, em Ouro Preto (Minas Gerais) e em Florença, na Itália. O tempo da narrativa também vai do presente ao passado e inclui referência a poetas pernambucanos e mineiros, bem como a pintores italianos. Uma peça de teatro dentro do romance completa o quadro de multiplicação dos espelhos que estrutura a narrativa. Narrativa esta que, girando em torno de um crime, inclui prostitutas e atrizes, intrigas e mentiras, traições e revelações surpreendentes. Escrito numa linguagem simples e direta, e com todos estes ingredientes, tem tudo para cair no gosto popular e virar filme.

 

 

SFbBox by casino froutakia