Paulista de nascimento, mas criada dos sete aos 15 em Garanhuns, e daí até 21 anos no Recife, Januária Cristina Alves assimilou a cultura nordestina e mesmo morando agora em São Paulo, mantém suas raízes aqui. E são estas raízes que servem de lastro para o romance Crescer não é perigoso(Editora Gaivota), com o qual completa quase três dezenas de volumes escritos. Ilustrado pela potiguar (radicada em São Paulo) Nireuda Longobardi em kiriê (técnica chinesa), o livro conta as aventuras de três garotas que se tornam amigas quando fazem uma “imersão” na língua inglesa, ao passarem um mês num hotel fazenda dirigido por freiras britânicas. Mistérios, perigos, situações hilariantes, descobertas emocionais formam a trama desta aventura envolvente e divertida.

SFbBox by casino froutakia