Dois autores conhecidos, o primeiro pela violência, o segundo pela obscenidade, estreiam na literatura infantil. Ferréz lança O pote mágico, ilustrado por Rodrigo Abrahim, pela Planeta. Glauco Mattoso publica A predileta do poeta, com imagens de Lourenço Mutarelli (também novato no gênero), pela Tordesilhinhas. Ferréz aposta num menino que faz de pedras e latas brinquedos. Glauco Mattoso busca inspiração na cadelinha que teve quando criança.

SFbBox by casino froutakia