O poeta Antonio de Campos (não confundir com o também poeta Antonio Campos, presidente do Instituto Maximiano Campos e membro da APL) é um destes artistas reclusos que habitam o Recife e sua região metropolitana. Muito espaçadamente, sai da toca e lança um livro. Caso do recente O livro dos bichos – Com gente, plantas e coisas da vida (Edição do Autor) dedicado às crianças. Como o título diz, o livro tem peixe, barata e grilo, mas também tem São Jorge, Saci Pererê e Caboclo de Lança, algodão-doce, semente de fruta e boneca de pano. Enfim, um leque de temas que Campos aborda numa poesia que, embora feita primordialmente para o público infantil, pode ser lida por adultos, porque não se infantiliza nem subestima a inteligência dos pequenos. Um presente para o público pernambucano.

SFbBox by casino froutakia