“O título do livro de Aldo Lins, Alma de vidro, parece refletir, por igual, duas noções: a de transparência, com que o poeta expõe sua alma aos ventos do mundo, e a de fragilidade, através da qual busca expressar o temor, consciente ou inconsciente, de chocar-se contra as amarras de sua própria existência”. A opinião é de Ângelo Monteiro que, junto com outro grande poeta, Jaci Bezerra, atesta a qualidade deste paraibano.

SFbBox by casino froutakia