A expressão “rouba mas faz”, por muitos atribuída a Paulo Maluf, na verdade foi uma espécie de lema de um dos maiores símbolos da esperteza e viração de casaca oportunista na política nacional, o paulista Adhemar de Barros, cujo perfil é retratado no livro Adhemar — Fé em Deus e pé na tábua(Geração Editorial), do jornalista Amilton Lovato. Divertido, astuto, corrupto, imprevisível, espontâneo, populista.

SFbBox by casino froutakia