A Conrad Livros tem se destacado por se dedicar a aspectos não usuais do mundo editorial brasileiro.Entre suas publicações está Futuro proibido, uma coletânea de contos de ficção científica que por sua violência, virulência ou estilo absurdo e surreal, havia sido recusada por outras editoras. O livro traz pelo menos três nomes conhecidos: o beatnik William Burroughs; William Gibson, criador da literatura cyberpunk e do conceito de Matrix (depois explorado numa famosa trilogia cinematográfica), que comparece com um ótimo conto sobre um objeto ridículo que de repente se metamorfoseia num elemento de terror; e J. G. Ballard (autor de Crash, também transformado em filme), que escreve o melhor conto da coletânea no qual uma ação corriqueira vai ganhando aspectos fantásticos e terroríficos até terminar num esgar de ironia.

SFbBox by casino froutakia